quarta-feira, abril 13, 2011

Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes



Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes. I Co 15:33.
 Este é um dos versículos favoritos que os lideres cristãos oportunistas usam contra alguns jovens dentro das igrejas, afim de que suas amizades estejam limitadas apenas aos ambientes do clube gospel, isto é, os bons relacionamentos de amizade são apenas aqueles encontrados dentro da igreja, de preferência da mesma denominação. Contudo, algumas perguntas me fazem pensar muito sobre tudo isso:
 -As fofocas “santas” que acontecem de lábios supostamente piedosos após um momento de culto pode ser chamado de uma boa conversação?
-Falar mal de alguém que se aproxima de Jesus, por causa de seu passado manchado, são características de um bom costume?
-Usar o púlpito e a Escritura para expor preconceitos, condenando e oprimindo pessoas, pelas quais Cristo entregou a sua vida, seria louvável e digno de chamar-se bom costume?
-Disputar, ofender e até brigar por cargos e lideranças dentro de uma igreja faz parte das boas conversações?
-Proferir engano chamando de profecia é um bom costume “espiritual”?
-Desejar a paz do Senhor com a boca quando na verdade o desejo é de morte do irmão por motivos mesquinhos e caprichosos, seria a boa conversação de um filho da paz?
 Um outro versículo muito usado é:

"bem aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, não se detém no caminho de pecadores e nem se assenta na roda dos escarnecedores". Sl 1:1.
 Qual é a roda dos escarnecedores segundo Jesus, a qual ele jamais quis ou quer fazer parte? Não nos esqueçamos que ele era conhecido como amigo de publicanos e pecadores...
Sendo assim, resta-nos os filhos da religião, gente dos templos, que por fora pareciam bonitos mas, por dentro como disse Jesus, estavam cheios de perversidade. O pessoal do juízo contra o próximo, que se preocupa com a aparência e não com a essência, que dá valor mais as coisas do que as pessoas, usando suas regras e costumes para mascarar a sua arrogância de se sentir superior aos diferentes. Destes, o conselho é a receita da infelicidade crônica e os seus caminhos, ainda que tenham aparência de piedade, nada tem a oferecer como significado para a vida e a liberdade de ser de Deus.
Foram os ímpios escarnecedores que fizeram rodinha por várias vezes para discutir como matariam Jesus de Nazaré, a Palavra de Deus. Mc 3:6. E estes não estavam nos botecos e nas cantorias da noite, eram todos frequentadores de templos. Será que as coisas mudaram???
Pare para refletir!!!
Caminhando no mistério...
Alexandre

Reações:

3 comentários:

  1. mas se por exeemplo ter uma conversa sobre sexo,com um colega e falar o q Deus queer é uma ma conversaçao??

    ResponderExcluir
  2. Amado Irmão,

    O texto mencionado pode e deve ser usado para tal, a gora quando eu você fazemos aquilo foi citado por você estamos totalmente equivocados, mas não devemos deixar de falar a verdade.Vou te dá um exemplo, tem pessoas que ficam sentidas quando se fala de fornicação quando alguém que caiu no ato esta presente, e agora, será que não pode falar para não causar constragimento, se fizermos isto estaremos limitando a palavra de Deus.

    Um erro não pode justificar o outro.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, crítica ou observação. Queremos saber o que estamos transmitindo a você.
Mas, deixamos claro que comentários ofensivos não serão publicados.